Swift World Brasil

A briga entre Taylor Swift e a gravadora Big Machine, agora com o empresário Scooter Braun como acionista, se torna cada vez maior nas vésperas do American Music Awards. Depois que a cantora fez um post contando ao mundo que está sendo proibida de cantar suas próprias músicas na premiação, a gravadora rebateu dizendo que ela “criou uma narrativa que não existe” e que deve dinheiro à empresa. Agora, a assessoria de Taylor Swift, Tree Paine, emite um novo comunicado, rebatendo a Big Machine.

No comunicado, a assessoria de Taylor inclusive divulga uma suposta mensagem que teria sido enviada a ela pela Big Machine – de fato negando-lhe o direito de usar suas próprias músicas em um evento e em um documentário da Netflix. O texto diz ainda que, na verdade, quem deve dinheiro a alguém é a Big Machine Records: US$ 7,9 milhões por conta de royalties por direitos autorais. Leia:

“A verdade é que, no dia 28 de outubro de 2019 às 17h17, o vice-presidente de direitos autorais e negócios do Big Machine Label Group enviou à equipe de Taylor Swift a seguinte mensagem:

‘Por favor estejam avisados de que o BMLG não concordará com emissão de licenças para gravações existentes ou com renúncias de restrições de regravações em conexão com esses dois projetos: o documentário da Netflix e o evento Alibaba Double Eleven’.

Para evitar uma briga sobre direitos autorais, Taylor Swift apresentou três músicas de seu álbum novo ‘Lover’ no evento da Double Eleven, já que estava claro que o Big Machine Label Group sentia que qualquer performance televisionada do catálogo de canções violava seu acordo. ALém disso, ontem Scott Borchetta, CEO e fundador do Big Machine Label Group, negou categoricamente o pedido para o American Music Awards e a Netflix. Por favor, percebem que, no comunicado da Big Machine, eles nunca negam qualquer reivindicação que Taylor Swift disse na última noite em seu post.

Por último, Big Machine está tentando desviar e tornar isso sobre dinheiro, dizendo que ela lhes deve. Mas um auditor profissional e independente determinou que a Big Machine deve US$ 7,9 milhões a Taylor por royalties não pagos ao longo dos anos”.

design por jessica vieira & juan gouveia
programação por danielle cabral & jefferson souza
SWIFTWORLD.COM.BR © 2012 - 2019
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS