/ setembro 2013

22set 2013

Especial sobre o Bullying: Ou você o domina, ou ele domina você.

Postado por às em Dicas, Musica, Taylor

BANNER blog

Está aí um assunto muito discutido hoje em dia, que cada dia mais vem transformando o dia-a-dia de crianças/jovens em pesadelos. “É só uma brincadeira…”. Não. Não é só uma brincadeira, não é algo passageiro. É algo sério, doloroso e algo que precisa ser controlado. A angústia, a dor, o sofrimento que é causado pode ser muitas vezes irreparável. Quem já sofreu com bullying, sabe como isso é algo impossível de tirar da memória, e que não é nada fácil de se superar. Depressão, síndrome do pânico entre outros transtornos estão ficando cada vez mais presentes em jovens que são vítimas do Bullying, ainda mais por viverem sua fase em que buscam aceitação e não toleram rejeição. O problema maior é administrar tudo isso em sua mente, e saber lidar com a situação. Mas existe pessoas que souberam fazer da dificuldade uma motivação. Que usaram o Bullying como um degrau para sua própria vitória. Acho que um exemplo já está ecoando na mente de vocês, e se vocês estão pensando em “Taylor Swift” (o que não é difícil, porque não sei vocês, mas eu associo tudo a ela); vocês acertaram. E é exatamente isso que eu, uma menina que sofreu na época de escola, vem discutir com vocês hoje aqui no Swift World. Afinal, como uma menina que não tinha amigos e era deixada de lado se transforma em uma das cantoras mais bem sucedidas do mundo inteiro com menos de 20 anos de idade?

Sem sombra de dúvidas, essa reviravolta que Taylor deu em sua vida foi o maior motivo para esse sentimento de adoração fluir dentro de mim (além de suas letras de músicas, voz, jeito de ser, etc). Mas eu acredito muito nessa história que os fãs amam seus ídolos por ás vezes se enxergarem neles, por esse sentimento de similaridade.
Taylor não tem vergonha de dizer que já foi deixada de lado na escola, que já tiraram sarro do seu cabelo, e que esses dias foram terríveis para ela. O fantástico dessa história, é ver que a pequena garota de 12 anos, resolveu abrir seu coração com algo que a deixava melhor: a música. Um dom notável desde criança é sua capacidade de transformar sentimentos em palavras, palavras em versos, versos em músicas. Taylor conseguiu ir atrás dos seus sonhos mesmo com pessoas a colocando para baixo. Em 2007, em uma apresentação da sua música “The Outside”, Taylor falou uma pequena introdução que é de fazer você ficar em pé na frente do seu computador e aplaudi-la (eu juro que fiz isso.). De qualquer forma, convido você a dar uma conferida:

“Essa foi uma das primeiras músicas que eu compus e eu a escrevi quanto tinha 12 anos, e estou muito feliz por ela estar no meu álbum. Eu escrevi essa música sobre o problema que estava enfrentando na escola quando eu era mais jovem, e você sabe… tinha dias que eu ia para a escola e eu não sabia se eu ia conversar com alguém, quer dizer, eu estava muito desamparada, e passei muito tempo do “lado de fora” olhando “lá para dentro”, e eu acho que essa música é um dos grandes exemplos do porquê eu comecei a escrever músicas, porque eu cheguei em um ponto da minha vida que eu pensei: ‘As pessoas nem sempre estiveram lá por mim, mas a música sempre esteve’, então… essa foi uma das primeiras músicas que eu escrevi, e ela se chama The Outside”

E vou me dar a liberdade de destacar um trecho da música:

“Então como eu posso tentar ser melhor se ninguém nunca me deixa? Eu ainda posso ver você, essa não é a melhor vista do outro lado. Eu estive em um monte de lugares solitários, eu nunca estive do lado de fora. Você me viu lá, mas nunca percebeu que eu poderia dar tudo pra ser uma parte disso, uma parte de você. E agora é tarde demais então você vê… você poderia ter ajudado se você quisesse. Mas ninguém percebe até que seja tarde para se fazer qualquer coisa”

[TO EM PÉ APLAUDINDO DE NOVO]

Eu sou APAIXONADA pela coragem da Taylor. Por sua determinação de ir atrás do que quer e do que sonhou. De não deixar ninguém atrapalhar seu caminho e transformar suas dificuldades em degraus para o seu sucesso. Se alguém um dia me perguntar o que se pode se aprender com a Taylor, eu com certeza recomendaria dar uma lida na trajetória da vida dela. Até mesmo depois da fama, Taylor continua sendo a mesma pessoa educada, simpática e com um coração enorme. E bem, como vocês sabem, continua fazendo música das emoções que vive. Espero de verdade que quem sofra de Bullying, ou de qualquer outra coisa, encontre na coragem e na determinação da Taylor uma luz para seguir em frente. Para fechar com chave de ouro, a música que virou um hino: Mean. Um beijo ♥

 

 

Patricia Borges – Equipe Swift World Br

01set 2013

Dicas para você ir ao Club Red no Brasil

Postado por às em Taylor

clubred

Olá, meu nome é Giovana, sou uma das novas integrantes do Swift World Br. Para meu primeiro post no blog da equipe, decidi dar dicas de como entrar no tão famoso Club Red. Pesquisei as dicas de acordo com as pessoas que já foram chamados a ir a este lugar tão desejado por nós.
Todos os Swifties Brasileiros não veem a hora de Taylor anunciar a sua turnê na América Latina, para isso, torcemos que tenha o Club Red em nosso país. Aqui vai algumas dicas para você ser uma das 20 pessoas a ter o privilégio de conhecer Taylor de perto.

DANCE – Nunca sente-se,você precisa levantar e dançar.

CRIATIVIDADE NAS ROUPAS E EQUIPAMENTOS DE APOIO – Eles precisam ser confortáveis e excelentes ao mesmo tempo,você vai estar lá por horas então definitivamente deve ser confortável e criativo.

CANTE– Cante junto! Cantar vai mostrar que você sabe as letras e vocês ama as músicas.

FAÇA CONTATO VISUAL– Tia Andrea Swift é um doce de pessoa então se você sorrir para ela,ela vai sorrir de volta.

EQUIPAMENTOS DE APOIO– Leve cartazes ou banners e utilize brilhos ou alguma coisa que chame atenção.

NÃO FIQUE TRISTE– Se você não conseguir ser uma das vinte pessoas,não fique triste pois você acabou de ver Taylor em um show,fique sempre alegre e mantenha o pensamento positivo.

CHEGUE CEDO– Eles tem o costume de abrir os portões em torno de 4 ou 5 horas,isso irá trazer mais chances de você ser um dos escolhidos.

SEJA GENTIL– Seja bem educado com todos que vão estar ao seu redor,você nunca sabe quem pode ter conexão com a família de Taylor.

Não esqueça de cantar, dançar, rir e apenas se divertir! Afinal de contas, você está em um show de Taylor Swift!

Theme developed by Difluir - http://themes.difluir.com