SwiftWorld.com.br Arquivos Notícias - Página 154 de 242 - SwiftWorld.com.br

Arquivo de 'Notícias'



Conforme anunciado em notícias anteriores (aqui eaqui) as melhores amigas Taylor Swift e Karlie Kloss estamparam a capa da revista Vogue do mês de março. Abaixo, a tradução completa da matéria com as duas:

Na estrada com as melhores amigas Taylor Swift e Karlie Kloss.

Taylor Swift e Karlie Kloss forjaram seus tipos de carreiras – e o tipo de amizade – que as pessoas sonham.

Uma das primeiras coisas que Taylor Swift fez depois de se mudar de Nashville para sua extensa cobertura de dois andares no Tribeca em Nova York foi estampar uma de suas paredes de seu lar com polaroids ampliadas e emolduradas das pessoas mais importantes em sua vida. “Essa é de quando eu e a Karlie nos conhecemos.” ela diz, apontando para a foto dela sorrindo e abraçando a modelo Karlie Kloss no backstage do Victoria’s Secret Fashion Show de 2013, onde Karlie desfilou pela passarela com lingerie rosa e psicodélicas asas gigantes e Taylor performou com Fall Our Boy. A legenda, escrita à mão em letras maiúsculas, se lê MELHORES AMIGAS PRA SEMPRE, VS2013 e parece um pouco persistente dado o quanto as duas se tornaram ao longo do ano passado, com uma viagem para o Big Sur (magicamente documentado no Instagram), idas à restaurante, excursões no shopping, festas do pijama, maratonas de mensagens de texto, sessões de ModelFit e SoulCycle, e uma segunda junção no VS no final do ano passado em Londres, onde, o par caminhou lado a lado na passarela em renda preta, e troca de ‘você acredita nisso?’ de duas amigas sorrindo no topo do mundo.

Lena Dunham e Cara Delevingne também fizeram uma parede de polaroids, assim como o irmão mais novo de Taylor, Austin, de 22 anos. A invasão de polaroids documenta quando Swift conheceu Lorde (a qual Swift chama por seu nome de batismo, Ella), como as duas saíram para jantar no Shake Shack na Madison Square Park apenas para serem atacadas por roedores. “Nós estávamos tirando essas fotos, como em um filme de terror, havia esquilos sentando sobre nossos ombros tentando pegar nossa comida”, diz Swift, reencenando o momento. “Em cima, como papagaios! Eles estavam tipo, ‘Nós merecemos batatas fritas e também vamos pegar de você”

Swift sai de sua cozinha para a sala de estar de Louboutins pretos, em um sofá de veludo laranja e adereços em um puff de couro marrom. Tudo no apartamento é em veludo, couro e madeira escura, terra rica e tons de jóias, tem seu piano de causa Steinway e sua mesa de sinuca.

Está a dois dias antes do seu aniversário de 25 anos e Swift está cheia de confiança de uma jovem mulher que está por contra própria. Está sendo um ano e tanto: ela não só se mudou para Nova Iorque, longe da família; ela também correu riscos com seu som, dando um passo para trás para abraçar a pureza do pop da década de oitenta – e teve um sucesso incrível. “Blank Space”, uma desafiante (e impossível de não cantar junto) resposta para a mídia sobre ela ser uma louca devoradora de homens, ficou sete semanas no topo da Billboard. Swift também se tornou a primeira mulher em 56 anos a substituir a si mesma com o número 1. (seu anterior foi Shake it Off). Ambos de seu álbum 1989, que homenageia o ano em que ela nasceu, que já venceu mais de 6 milhões de cópias. “As pessoas finalmente estão começando a discutir sua arte – como ela está no ível de alguns dos grandes compositores de todos os tempos”, diz Jack Antonoff da banda Fun, que também é o co-escritor de várias músicas de Taylor e compara sua narrativa para novos capítulos que todo mundo quer ler. “Outro dia, minha avó estava me perguntando sobre o 1989. Estamos todos falando sobre isso. Na minha vida, eu não vivenciei isso desde o Michael Jackson – que é um artista que está acima e une todos nós.

Swift também tem remixes em sua vida pessoal. Pra começar, a que uma vez acreditava em romântica que deitou suas emoções nuas em canções sobre amores turbulentos e suas consequências, como ‘We Are Never Ever Getting Back Together’ (sobre Jake Gyllenhaal) ou ‘I Knew Your Were Trouble’ e a do álbum 1989 ‘Out Of The Woods’ (que é sobre Harry Styles), esta sendo puxada de volta pelas críticas que tem disseminado ela como obcecada por garotos. A língua-na-bochecha ‘Blank Space’ mostra ela esfaquear um bolo em forma de coração com uma faca de açougueiro, colocando fogo nas roupas do namorado, e tacando um taco de golf no maravilhoso carro esportivo prata dele. Kloss, Dunham, e Delevingne, entretanto, são parte de um fechado grupo de amigas de mulheres poderosas que Swift tem construído ao longos dos últimos anos. Membros que também incluí Selena Gomez, que Taylor conhece desde que ambas eram adolescentes saindo com os Jonas Brothers; Jaime King, um tipo de figura de Mãe Terra; e as irmãs Haim, que ela conheceu no último outono. Dedicar tanto tempo à suas amizades femininas começaram a ter uma reação, Taylor diz ‘a maneira como as pessoas estavam exagerando sobre a minha vida. Eu estava realmente irritada por toda essa coisa de jogo de namoradeira em série que as pessoas estavam tentando fazer sobre mim.’

Ela respondeu, puxando a ficha sobre sua vida amorosa. “Eu só decidi que não estava disposta a dar a eles esse tipo de entretenimento mais,” ela disse. “Eu não ia encontros e permitir que eles ficassem tirando fotos, dizendo o que queriam sobre a linguagem do nosso corpo. Eu não sentava do lado de alguém e flertava por cinco minutos, porque eu sei que no outro dia, teriam rumores dele ser meu namorado. Eu só meio que peguei a narrativa de volta. É lamentável que eu tive que fazer isso. E é lamentável que agora eu tenha esse sentimento, como se eu fosse me abrir para o amor, seria uma franqueza na minha carreira.” Ao invés disso, Swift está sendo uma figura forte para as adolescentes e jovens – alguém que assume a tarefa de correr riscos e intimidações, e sim, homens que fizeram mal a ela, e fornece um exemplo brilhante de uma mulher que faz seu próprio destino.

‘Esse último ano me pareceu muito diferente de qualquer outro ano de minha vida.’ Swift me diz. ‘Eu me senti mais tranquila e sem rancor sobre quem eu sou ou o que apoiaria. Eu acho que pode ter sido um desses sintomas de crescer e se tornar você mesma, e depender menos da opinião que as outras pessoas tem de você. Eu só espero que continue assim – porque eu estou gostando.’

Swift está descrevendo sua filosofia sobre fazer amigos. Embora Swift e Kloss se conheçam há apenas um ano, a amizade de melhores amigas foi instantânea. Ela são um par impressionante, particularmente agora que Kloss é loira. “Quando eu fiz o SNL as duas vieram, e na festa que teve depois era muito confuso para todo mundo, tipo gêmeas,” diz Dunham. “Taylor também é alta, Karlie é mais e as duas juntas… é apenas surreal

Se Swift usa salto e Karlie sapatilha, elas ficam da mesma altura. Mas hoje, Kloss bagunçou a equação usando calças de couro Tamara Mellon com botas junto. “Tudo em um só, baby,” ela diz, mostrando enquanto ela anda.

Elas são o tipo de coisa mais maravilhosa que você vai ver!” Taylor ri. “Você se parece tanto com a Mulher-Gato!” Karlie diz que elas estão preparando suas fantasias, mas que ela pode pegar Swift como par. “Elas são muito boas,” diz Karlie, “mas eu não posso levá-las de volta para Saint Louis quando eu voltar, se eu pelo menos tivesse atitude de Nova Iorquina, minha família ficaria tipo ‘Não e não.’ Eles não deixariam acontecer.” “Eles são tipo ‘você e suas calças de moletom, deixe-as lá fora!” diz Swift, rindo. “Coloque calças de verdade!

Apesar de Kloss ter consciência sobre moda e cada peça em seu corpo, quando pergunto à Taylor sobre seu vestido de alta costura em malha preta ela não faz ideia.

Kloss percebe o vestido também “O que é? Alaia?”

Swift vira para mim para ajuda-la. “Eu não sei, eu tenho uma etiqueta lá dentro?” ela pergunta, levantando seu cabelo e virando de costas para mim. “Meu estilista colocou no meu armário,” ela diz, escondendo o rosto com as mãos.

De alguma forma, no entanto, apesar dos diferentes níveis para a moda, elas tendem a se vestir da mesma forma. “Na outra noite eu vim aqui e nós duas estávamos indo a um lugar aqui, as duas estávamos usando blusas pretas e saias de cintura alta. Está meio que ficando estranho.”

“As pessoas diziam por anos que nós precisávamos nos conhecer,” ela adiciona. “Eu lembro do pessoal da maquiagem e cabelo dizendo ‘Ela não te lembra a Karlie? Deus, ela e Karlie seriam melhores amigas. Elas são iguais. Karlie é com certeza uma boa garota. Ela traz biscoitos pra nós toda vez que fazemos um ensaio fotográfico.”

“Ainda levo,” diz Karlie. Quando adolescente, ela fazia de forma caseira. Agora ela faz profissionalmente – os cookies de Karlie ARRECADAM DINHEIRO para caridade tipo Feed, Hurricane Sandy Relief e a CFDA. Além dos riscos da aventura de cozinhar, Karlie estudou em Harvard e agora ela está aprendendo codificação no computador.

Uma amiga em comum, Lily Aldridge, apresentou Karlie para Taylor, “e nós ficamos tipo, ‘Você. Minha amiga. Agora,” diz Swift. Uns meses depois, elas se viram na festa pós Oscar, e Kloss sugeriu que elas fizessem alguma coisa. “Eu estive no Big Sur uma vez antes e foi tipo, ‘Nós deveríamos fazer isso,’ diz Swift.

Elas caminharam na floresta, correram ao por do sol, tiraram uma foto com Karlie usando a blusa de Taylor, espelhando o ‘Genius’. “É irônico, claramente,” Swift é rápida a acrescentar.
Quando eu perguntei se as duas eram grudadas, elas encolhem. “Nós somos normais,” diz Karlie.

“Nós somos garotas reais,” diz Swift, que, sugestivamente, deixa cair parte do biscoito que ela está comento em seu vestido, ajunta e come. “Regra dos cinco segundos.”

Swift é, contando tudo, uma pessoa maravilhosa para ser amiga. Ela cozinha, assa e faz os pratos; ela é uma fantástica anfitriã, ela dá maravilhosos presentes. Ela tem uma coleção de camisolas velhas que lá e suas amigas usam enquanto assistem televisão e deixam a tecnologia de lado fingindo que elas estão vivento em dias passados. (Swift, que me mostra uma foto em seu telefone dela, Cara Delevigne e Kendall Jenner todas deitadas na sua cama olhando como ‘Casa pequena no Campo’, inspirada em Lena Dunham para começar sua própria colegão.) Cada encontro, pelo que parece, termina em uma festa dançante na cozinha. Dunham chama Taylor de ‘a Betty Crocker da amizade’ e diz que ela é a pessoa mais impressionante sobre como Swift sempre tem tempo para as pessoas, ela ama. ‘É maravilhoso ter uma amiga que é tão ocupada e ao mesmo tempo tão disponível’, diz Dunham. ‘Mesmo se ela está em Hong Kong em turnê e eu vou fazer algo, eu mando um SMS pra ela, e recebo a resposta em dois segundos. E se algo bom acontece comigo, digo, como ser nominada a um prêmio, ou se é meu aniversário, ou o dia antes do meu aniversário, ou meu livro finalmente foi lançado, eu recebo mensagem de Taylor antes que da minha mãe.’

Uma das ânsias de Swift é com certeza fazer suas amigas virem a casa dela e fazê-las se sentirem como um elenco crescendo. ‘Eu tenho muitas inseguranças vindas do tempo de escola,’ ela diz. ‘Você pode me dizer, provavelmente.’ Essencialmente ela deixa a pequena cidade da Pensilvânia onde ela foi caçoada por sua música e formou uma pequena comunidade onde ela era rodeada por pessoas com talentos similares e ambições criativas. É um tipo de ensino médio de fazer no qual ela pode entrar em tudo o que ela quer ou decidir ou abolir tudo em cliques ao mesmo tempo. Quando pergunto a Taylor metaforicamente sobre qual mesa de almoço ela senta agora ela imediatamente responde ‘Quero sentar na maior mesa possível, e eu quero que todo mundo sente comigo.’ ela diz.

No outro dia, no almoço da Billboard Women in Music Awards (onde Aretha Franklin canta um ‘feliz aniversário’ improvisado que mais tarde Swift tweeta que vai levar décadas para se recuperar) ela canta sozinha cada música, das performances das outras artistas e montagens que ela sabe a letra de todas. Se artistas femininas eram pra ser supostamente todas umas contra as outras, não é o que está acontecendo na vista de Swift.

Cada criança na sala vem até ela, entretanto, não apenas tirar uma selfie, mas também conversar. ‘Crianças! Tenho que atende-las,’ ela diz, se desculpando por correr no meio da conversa. Uma garota de 11 anos diz pra Swift que ela é de Nova Jersei. ‘Eu passo os verões indo para Jersey Shore,’ diz swift fazendo pose por aparentemente estragar as selfies antes de gentilmente pegar o telefone da mão da garota. ‘Você realmente ruim nisso,’ Taylor brinca, tirando a foto ela mesma. A garota que irá ao concerto no Jingle Ball Z100, onde Swift está perto de performar aquela noite. ‘Eu realmente vou tarde,’ alerta Swift. ‘Você toma café?’ A garota diz que toma Fraputinos. ‘OK,’ diz Swift, ‘tome um Fraputido e pode estar apta pra estar acordada o suficiente para me ver.’

‘A cidade de Nova Iorque é um bom lugar para morar! Sou Taylor,’ diz Taylor. É quase meia noite e ela está parada no palco da Madison Square Garden, endereçando-se a multidão de 17,000 pessoas gritando, como se estivesse conversando com uma de suas amigas no telefone. Vestida em um conjunto xadrez de calça de cintura alta e crop top, seu cabelo como na era loira de Debbie Harry, ela canta 4 hits antes de anunciar que ela oficialmente completou 25 anos. ‘Eu sei porque você escolheu cantar, é porque você quer escapar dos haters e rivais,’ Swift diz a plateia, introduzindo a troca de acenos solidaria com nossos vizinhos. ‘Essa é a última canção da noite,’ ela continua. ‘Ninguém vai te julgar por dançar durante essa canção. Cidade de Nova Iorque, vocês estão prontos?’ E o lugar vai a loucura.

Swift volta a seu apartamento depois da meia noite, pede sushi, e configura uma cabine de fotos improvisada para receber ao que parece todos os nomes importantes da música. Ela convidou todos seus companheiros artistas (Iggy Azalea, Charli CXC, Ariana Grande, Sam Smith, Nick Jonas), como também suas amigas Kloss até Abigail Anderson – que é melhor amiga de Swift desde que ela era novata no ensino médio da suburbana Hendersonville, Tennessee – até Justin Timberlake, Jay Z e Beyoncé. ‘Eu tenho, tipo, 20 pessoas diferentes voando até aqui.’ Swift me disse no dia anterior. ‘Meus amigos vão todos ficar em todos os cômodos.’ Sua mãe, Andrea, voou de Nashville mais cedo trazendo as decorações e espelhos e colocou em todas as janelas do lugar (eu perdi a conta no 15). ‘Acho que numa festa de aniversário de 25 anos, nenhuma mãe deveria estar lá.’ Andrea me disse, ‘Você precisa saber se afastar.

A próxima vez que me encontro com Swift, ela permanece em seu pijama as 11:15 em uma perfeita e ensolarada manhã de Janeiro em sua casa em Beverly Hills. No mês desde que eu a vi fazer 25 anos ela se tornou a mais orgulhosa portadora de um colar de bijuteria (presente de aniversário de Lena Dunham) com a imagem de sua gata Olivia Benson; dançou como louca com Beyoncé e as irmãs Haim no show de Justin Timberlake no Brooklyn; comprou uma camiseta da causa Hugh Jackman (doando 6 mil dólares para a caridadeBrodway Cares/Luta contra AIDS) enquanto via ele performar na Brodway com sua família; mandou uma enorme quantidade de presentes para seus fãs, que incluíam pinturas de flores feitas por Swifts e cheques de 1989 dólares para ajudar uma estudante; e passou a virada de ano na Times Square na frente de um milhão de pessoas e ao vivo para mais de um bilhão na TV ou internet. Desde que ela está no oeste, eu acho, que ela tem feito o que pode pra estar com seus amigos, incluindo ‘um monte de noites de cozinhar’ com Lorde e andando pela Ilha Catalina tomando sorvete com suas amigas e seu pai. Quando Lorde ouviu que estava estressada sobre ir ao Golden Globes, Taylor mostrou apoio usando um brilhante vestido amarelo (em honra a nominação de Lorde com a música ‘Yellow Flicker Beat’) ‘Nós só estávamos tendo uma noite de garotas,’ diz Swift ao telefone.

Para hoje e para o futuro, penso, Swift estará se preparando para a 1989 world tour, que começa em 5 de Maio em Tóquio. Tem uma setlist para finalizar, e produzir os designs para a aprovação, e coreografia para aprender. Ela insiste que ela não está nem perto de ser tão estranha quanto ela finge no vídeo de ‘Shake It Off’: ‘Se eu ficar séria sobre a coreografia, eu vou aprender e fazer do jeito certo – na maior parte do tempo,’ ela diz.

Olhando pra trás quando ela teve momentos turbulentos em sua vida, Swift diz que ela e sua família ‘tiveram muitos momentos onde escutariam o que o outro está dizendo, ‘WOW, Não posso acreditar que as pessoas acreditaram.’ Sua única esperança é tipo ‘Ela tem tentado pegar tudo que vem.’ ‘Eu não entendo pegar todos os trabalhos que eu não aprecie a loucura, incrivelmente, o sucesso que acontece.’ ela diz. ‘Botando pressão em si mesma é bom, mas colocando estresse desnecessário em si mesma é muito ruim – então não se preocupe se não comecei o próximo disco ainda. Não estou preocupada de como vai ser. Não estou preocupara com absolutamente nada que não precise ser feito. Pode ser daqui a dois anos; pode ser daqui a quatro. Ou pode ser em um. Você tem a inspiração no momento que você não está esperando. Você só precisa viver sua vida e esperar que vai tomar os riscos certos.’

Kloss, por sua parte, tem manuseado coisas que não requerem muito controle de tráfego de ar. Depois da pequena parada em Saint Louis, ela tem voltado a Paris duas vezes em Janeiro sozinha por causa de seu trabalho para a Loreal Paris; para a Flórida para um ensaio de Bruce Weber; e Los Angeles e Paris de novo para Loreal. Próximo: Voltar para Los Angeles para o Oscar antes de desfilar no Fashion Week de Nova Iorque, Milão e Paris. ‘Na moderação não poderia ser realmente divertido,’ diz Kloss que cortou 60 shows que ela costumava desfilar para diminuir sua carreira. ‘Pra mim, desfilar é uma oportunidade de performar.’

Ela também praticamente está pra me contar grandes notícias: Ela foi aceita na escola NYU Gallatin de Estudo Indidvidual (NYU Christy Turlington Burns escreveu pra ela uma carta de recomendação.) ‘Eu estava esperando pelo correio todo dia,’ ela diz ‘É algo que eu realmente queria por muito tempo.’ Kloss ainda não sabe o que ela vai estudar; por agora, ela só está animada por começar as aulas. ‘Vou trabalhar o tempo todo,’ ela diz ‘Sou incrivelmente ambiciosa e tenho muitos objetivos sobre minha carreira que eu não vou parar tão cedo.’

Swift diz que ela e suas amigas não falam muito sobre trabalho. ‘A coisa divertida sobre minhas amigas é que elas não precisam necessariamente saber um monte de coisas que eu faço nos negócios,’ ela diz. A primeira vez que Kloss viu Swift pegar um violão e tocar foi durante um photoshoot para essa matéria. ‘Não sou a única cantora que tipo ‘ai olha pra mim”, diz Swift. ‘Não sou o tipo de pessoa que pega o violão numa festa e quer toda a atenção. Tenho atenção suficiente, então só quero que minhas amigas gostem de mim por causa das coisas que temos em comum em vez de sentar no canto tipo ‘escuta essa música que eu escrevi sobre minha vida!”

Não importa quão ocupadas elas são, pensamos que Swift e Kloss devem continuar tendo tempo uma pra outra. Swift recentemente teve com Kloss uma noite de cozinhar macarrão com a modelo Martha Hund, a estilista Ashley Avigone e Tavi Gevinson. Alguns dias atrás o mesmo grupo foi jantar no restaurante Ralph Lauren, o Polo Bar no centro. (‘As batatas fritas eram deliciosas,’ diz Karlie.)

Kloss diz que ficarem juntas desperta mulheres de diferentes industrias e Taylor tem um talento único. ‘Conheci muitas garotas incríveis antes de Taylor. Ela é incrível em conectar pessoas que normalmente não se conheciam. Estamos todas em empregos diferentes, mas fortalecemos nossa amizade como uma irmandade de garotas, que apoiam a equipe. Mas também somos garotas normais de 20 e poucos anos e eu acho que ter pessoas como essas é o que importa. Sabe, amigas de verdade são difíceis de encontrar e Taylor é uma amiga de verdade. Não tem nada melhor.’

Tradução, adaptação e revisão: Gabriela Facchini e Jéssica Ertel – Equipe Swift World Br
Fonte: Vogue

Quem diria, hein? O rapper Kanye West e a cantora Taylor Swift decidiram fazer uma parceria. Ele contou, em entrevista ao programa de rádio do Ryan Seacrest, nesta quarta (11/2), que vai entrar em estúdio com ela. “Ela quer entrar em estúdio e nós definitivamente vamos fazer isso”. Os dois selaram a paz recentemente e foram vistos em clima amistoso no Grammy Awards, no domingo, seis anos depois de protagonizarem uma cena emblemática no VMA.

Na premiação de 2009, quando Taylor venceu a categoria Melhor Videoclipe Feminino, Kanye West subiu no palco, tirou o microfone da mão dela e contestou sua vitória. Ele disse em alto e bom som que a verdadeira merecedora era Beyoncé por “Single Ladies”, deixando todos os convidados constrangidos, e destruindo o momento da Taylor Swift. Águas passadas, no entanto.

No ano passado, a cantora se mudou para Nova York e estreitou laços com o casal Jay Z e Beyoncé, que também morava na cidade. Eles foram à festa de aniversário dela e foram vistos em outros eventos privados juntos. O casal, como se sabe, é amigo próximo do Kanye West e acredita-se que eles tenham feito a ponte para facilitar a paz entra a cantora e o rapper.

Fonte

10/02/2015
postado por Jefferson

Em uma de suas recentes sessões de conversa no Tumblr com seus fãs, Taylor respondeu indiretamente ao comentário de John Mayer quando estava aconselhando um de seus fãs.

No conselho, Taylor fala que “Não há nada de errado em ignorar pessoas que te machucaram”, logo em seguida os fãs fazem uma montagem com a parte em que John comentou sobre ser ignorado por Taylor e a cantora imediatamente curtiu. Confira no print abaixo:

tumblr

Créditos: Taylor Swift – Red Tour 2013

Confira abaixo a tradução completa do conselho de Taylor:

“Taylor, eu espero que você veja isso. Estávamos juntos por 4 meses, ele acabou de me mandar mensagem e disse que queria terminar comigo. Não me deu nenhuma razão e continuou tentando me convencer a fazer coisas irracionais para tê-lo de volta. Agora ele está me chamando de nomes ruins e eu estou desmoronada. Eu não sei o que fazer.”

Taylor:

Ele terminou o relacionamento assim, do nada? Meu Deus, eu sei. É tão devastador chegar a um acordo sobre falar de alguém no pretérito quando você costumava vê-lo como seu presente e seu futuro. Mas pense no que ele disse. Vai demorar um tempo para você retirar essas palavras da sua cabeça. Um término é horrível o suficiente. O fato de você ter que suportar este tipo de abuso emocional é tão errado. Eu sei que é difícil mas eu acho que é o momento de utilizar o botão “Bloquear” do seu celular. Isso é apenas prejudicial. Você tem que vê-lo diariamente? Então não dê mais chances dele dizer coisas ofensivas. Não há nada de errado em evitar pessoas que te machucaram. Você se apaixonou, nada de jogos. Agora você está dizendo adeus sem mais jogos. Se proteja, por favor. Lamento que isso tenha acontecido. Fiz uma lista de músicas para você sobre términos/seguir em frente:
Stay Away – Charli XCX
Not Around – Montgomery
Wings – HEARTS
Coffins – Misterwives
Sleep – Azure Ray
Begin Again – Measure

No maior estilo Ramones, Charli XCX levou sua versão nova e rock de Shake It Off para os estúdios do show de rádio Inglês Live Lounge (o mesmo que Taylor fez um cover de Riptide!). Confira assistindo no player abaixo:

O que acharam? Nós adoramos!

07/02/2015
postado por Renata

1989 não para de bombar, mas a propaganda não para. O novo vídeo (que você pode assistir no player abaixo) apresenta trechos de 1989 e Blank Space, e um estilo muito parecido com o comercial do álbum para a Target. O vídeo também mostra as reviews muito positivas de jornais e revistas conceituadas nos EUA. Assista:

Taylor Swift – 1989 – Advert from AbleMedia on Vimeo.

design por natanael erick SWIFTWORLD.COM.BR © 2012 - 2017

programação por danielle cabral Todos os direitos reservados