Arquivo de 'Notícias'



Taylor não poderia ter motivos para estar mais feliz. Seu álbum “1989” está em primeiro lugar e agora, foi anunciado pela Billboard, que “Shake It Off” retornou ao primeiro lugar da parada de singles.

Além de “Shake It Off”, o novo single, “Blank Space” aparece em 18º lugar no Hot 100 e em 1º lugar no Hot Digital Songs, com 155.000,00 cópias vendidas.

Além de “Blank Space”, a canção “Style” também aparece entre as mais vendidas da semana. A canção ficou em 8º lugar com 74.000,00 cópias vendidas.

Fonte: Billboard.com

O novo álbum de Taylor Swift, 1989, se tornou hoje, o álbum mais vendido da semana.

De acordo com a Billboard, “1989″ tem a maior estreia desde 2002 com 1.287 milhão de cópias vendidas entre 27 de outubro e 2 de novembro. O mais recente álbum da estrela é também o quarto (de cinco discos lançados) a conquistar o topo do ranking mais cobiçado dos EUA. “Red” repetiu o feito em 2012 assim como “Speak Now” em 2010 e “Fearless” em 2008.

Ainda falando em Taylor: a cantora é a única artista a conquistar vendas superiores a 1 milhão de cópias por três álbuns consecutivos, tem a melhor vendagem de 2014 em sua semana de estreia e já é o segundo disco mais vendido de 2014 – perdendo apenas para a trilha sonora do filme “Frozen”.

Com 1.287 milhão de cópias vendidas, Taylor só não conseguiu o título de álbum mais vendido na sua estreia por uma artista mulher. Este recorde ainda pertence a Britney Spears com 1.319.193 do álbum “Oops… I Did It Again”.

A contagem das vendas de álbuns da última semana nos Estados Unidos chegaram ao fim. O site Hits Daily Double divulgou o resultado de 100% das vendas.

O álbum “1989” não somente estreou em primeiro lugar como garantiu um novo recorde para Taylor: A cantora agora é o único artista com três álbuns que tiveram suas vendas acima de 1 milhão na primeira semana.

O álbum “1989” se tornou o sexto álbum mais vendido em sua primeira semana nos Estados Unidos. Ficando atrás apenas dos artistas: Britney Spears, Eminem, Backstreet Boys e NSYNC.

O final da Red Tour foi o suficiente para manter Taylor na lista das cantoras que mais faturaram em 2014.

A arrecadação de Taylor por conta de sua turnê e propagandas publicitárias garantiram o segundo lugar para a cantora. Confira o ranking:

1. Beyoncé – $115 milhões
2. Taylor Swift – $64 milhões
3. P!nk – $53 milhões
4. Rihanna – $48 milhões
5. Katy Perry – $40 milhões
6. Jennifer Lopez – $37 milhões
7. Miley Cyrus – $36 milhões
8. Celine Dion – $36 milhões
9. Lady Gaga – $33 milhões
10. Britney Spears – $20 milhões

Fonte: Forbes.com

04/11/2014
postado por Jessica

Todos sabem que ninguém deveria se atrever a irritar Swift, seus ex sabem, e agora o Spotify também.

A cantora de ‘Shake It Off’ está shaking off do Spotify, removendo todas as suas canções e álbuns da popular plataforma de música, poucos dias depois do Spotify publicar algo criticando a artista de 24 anos, por não disponibilizar LOGO seu novo álbum ‘1989’ para a plataforma.

Spotify falou ao Mashable na quarta que ‘1989’ não estava disponível na plataforma por decisão da artista. A fonte adicionou: “Taylor tem mais de 2 milhões de seguidores ativos na plataforma, que ficaram desapontados com a decisão.”

A equipe de Swift, incluindo a Big Machine Records, se mostraram incontentes com o apontamento do Spotify e reagiram na segunda-feira removendo seus 4 álbuns anteriores da plataforma.

A Spotify, na segunda-feira, também se pronunciou:

“Nós amamos Taylor Swift e seus mais de 40 milhões de usuários que a amam ainda mais – perto de 16 milhões deles tem tocado suas músicas nos últimos 30 dias, e ela está em mais de 19 milhões de playlists, nós esperamos que ela mude de ideia e se junte a nós na nossa nova economia de música que funciona para todo mundo. Nós acreditamos que os fãs deveriam ser capazes de ouvir a musica em qualquer lugar e qualquer hora que eles quisessem, e os artistas tem o direito absoluto de ser pagos por seu trabalho e serem protegidos da pirataria. É por isso que nós pagamos 70% do nosso lucro de volta a comunidade (direitos autorais).”

Depois do lançamento de ‘1989’ em 27 de outubro, muitos começaram a procurar coisas do tipo “Por que 1989 não está no Spotify?” Os fãs queriam uma amostra grátis do novo projeto de Swift.

Mas Taylor não queria dar nada de graça. Ela tem sido focada nisso, entrando no mundo dos royaltes na era dos downloads digitais e Youtube. E ainda, o Spotify paga aos artistas seus direitos autorais por cada música, entre 6 e 8 centavos por vez ouvida, dependendo de quanto os usuários pagam pelo serviço, em cada país que o usuário está ouvindo a música, e o valor que tem em cada país.

“Música é arte, e arte é importante e rara. Coisas importantes e raras são valiosas. Coisas valiosas tem de serem pagas.” Taylor disse esse ano ao The Wall Street Journal. “É minha opinião, que a música não deveria ser grátis, minha percepção é que artistas individuais e suas marcas algum dia vão decidir o preço de um álbum. Eu espero que eles não subestimem a si mesmos ou o valor de sua arte.”

O álbum anterior de Tay, Red, em 2012, não apareceu no Spotify por meses depois de seu lançamento. E vendeu 1,21 milhões na primeira semana.

Rosanne Cash, cantora e compositora, também se pronunciou sobre o assunto:

“70% vão para os artistas? Nenhum músico que eu conheço nunca recebeu mais que uma pequena fração por música tocada no Spotify.”

Fonte: Mashable

design por natanael erick SWIFTWORLD.COM.BR © 2012 - 2017

programação por danielle cabral Todos os direitos reservados