Swift World Brasil

Após o lançamento do seu 8º álbum de estúdio, Folklore, Taylor Swift nos deixou com várias #taylorias sobre quais histórias nossa diva canta em suas novas músicas. E trazemos aqui a história da personagem de “the last great american dynasty”, Rebekah Harkness.

Também conhecida como Betty Harkness, a compositora, escultora, patrona da dança e filantropa americana, que fundou o Harkness Ballet, morava na casa de Rhode Island, comprada por Taylor em 2013. Na faixa 3 do álbum, Taylor conta a história de Rebekah (1915 – 1982) e faz um link com sua própria vida. De acordo com o Times, Harkness nasceu em uma família rica e emocionalmente frígida de St. Louis. Em 1947 se casou com William Hale Harkness, e no sétimo ano de casamento, compraram uma enorme casa na costa de Rhode Island, chamada por eles de “Holiday House” (casa de férias).

Quando Taylor se mudou para a casa em 2013, causou um alvoroço, mas nada tão grande quanto o da antiga dona. Segundo trechos da música, a casa de Rhode Island era palco para grandes e altas festas, o que gerava muitos comentários indignados da sociedade da época. No refrão, a cantora introduz o conceito de que as mulheres são culpadas pelos problemas de outras pessoas, como Rebekah foi tida como a culpada pelo fim da ‘última grande dinastia Americana’. Para a sociedade ao redor, era muito fácil culpá-la pelos problemas enfrentados por outros, uma vez que era alvo fácil, sendo uma mulher nada convencional para a época.

No verso “She had a marvelous time ruining everything”, confirmamos esse julgamento para com Rebekah, acusada de arruinar tudo, e pode-se fazer um paralelo com o presente de Taylor, onde ela foi acusada por seu agressor sexual em 2017, David Mueller, de arruinar a vida dele (e não suas próprias ações).

Ao longo da música, podemos perceber o quanto Rebekah foi tida como uma mulher louca, sem vergonha. Através da estrofe “Fifty years is a long time / Holiday House sat quietly on that beach / Free of women with madness, their men and bad habits / And then it was bought by me”, Taylor conta que durante os 50 anos que a casa de férias permaneceu calma naquela praia, se viu livre de mulheres loucas, seus homens e maus hábitos. E então foi comprada pela cantora, que hoje em dia faz festas e comemorações como o 4th of July (dia da independência dos Estados Unidos), o que também gera reclamações da vizinhança sobre Taylor.

Taylor Swift’s 4th Of July Party at her house in Westerly, Rhode Island

Através dos stories em seu Instagram, a bff Gigi Hadid postou que estava ouvindo a música, e disse que a cantora é “a melhor contadora de histórias”, se mostrando muito feliz em saber que uma das histórias que sempre pede para Taylor contar virou música.

Agora todos podemos ouvir essas histórias diversas vezes e concordar com Gigi, não é mesmo? 

design por jessica vieira & juan gouveia
programação por danielle cabral & jefferson souza
SWIFTWORLD.COM.BR © 2012 - 2019
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS